Ações de formação

Curso: “O que é periferia, afinal? ”

Módulo I: Território e Política na construção social das favelas e periferias.

Neste módulo abordaremos a temática Território e Política. A ideia central é debater a história da construção das favelas no Rio de Janeiro e no mundo, bem como os arranjos políticos que possibilitaram a expansão desses espaços. Desta maneira, pretende-se debater de forma ampliada a construção social das favelas no século XXI.

Módulo II: Arte e cultura na periferia

Neste módulo abordaremos a questão da arte e cultura na periferia, sobretudo enfatizando como as práticas estéticas estão sendo desenvolvidas em territórios populares. Seu propósito maior é ampliar e visibilizar o processo de construção da arte na periferia. Neste módulo, priorizaremos uma metodologia participativa, contemplando a exposição de trabalhos conjuntos em realização.

Módulo III: Periferia: inovação e tecnologias de informação e comunicação

Os encontros formativos pretendem colocar em causo diferentes modos de apropriação e uso nas periferias de tecnologias de informação e comunicação, assim como seus impactos em termos de visibilidades de contradições e conflitos da sociedade contemporânea. Considerando a pluralidade do tema, combinaremos processos de exposição de conteúdo com a apresentação crítica de experiências em curso de usos inovadores de tecnologias de informação e comunicação.

Oficina “Experiências de gestão, produção e comunicação colaborativa de empreendedorismo social na Periferia”

A Oficina abordará a questão da Comunicação Colaborativa, com apresentação de repertórios e caminhos para gestão e produção de comunicação executada em quatro encontros, totalizando uma carga horária de 16h. Tem como objetivo apresentar os caminhos de gestão e produção da comunicação colaborativa tendo como referência as favelas e periferias e as transformações da comunicação no século XXI, onde a sua base advém do papel do upload (superando o sujeito expectador para o criador) e da linguagem multimídia (unificando as várias línguas das diversas nações). Os encontros serão formados para apresentar repertórios conceituais, históricos e técnicos para que os participantes possam atuar na criação de ações, peças e instrumentos de comunicação colaborativa. Galeria de fotos.

Oficina “Conceitos e Metodologias de Pesquisa Social em periferias”

A Oficina tem como objetivo reunir pesquisadores que estejam realizando estudos sobre espaços públicos, arte e cultura em favelas e periferias para uma troca de experiências sobre suas práticas neste campo e construir produtos coletivos como resultado das reflexões e atividades realizadas. O grande desafio desta oficina é reunir pesquisadores, que desenvolvem seus trabalhos, no âmbito acadêmico ou não, para debater sobre novas formas de pensar as favelas e periferias. Tem-se como objetivo central a formação de uma rede de
pesquisadores que debatam as periferias sob um outro olhar, abarcando diferentes conceitos e metodologias de pesquisa em suas práticas cotidianas.

Oficina “Potências inventivas da periferia”

Oficina dedicada à produção, comunicação e gestão de dados como possibilidade de criação de espaços virtuais de convivências plurais de experiências. Os participantes serão encorajados a trabalhar com ferramentas de comunicação e gestão que possibilitem a utilização de dados digitais, hoje disponíveis em grande escala, para a criação de pautas e produção de narrativas de experiências de sociabilidades inovadoras, tendo a perspectiva de constituição de espaços públicos que combinem experiências virtuais com vivências presenciais.

Oficina “Espaço Público e Culturas Públicas de Convivência”

Oficina dedicada ao debate crítico sobre o espaço público no contemporâneo e de suas possibilidades como recurso e abrigo de convivências entre diferentes sujeitos sociais. Os participantes serão estimulados para trabalhar com vivências próprias (individuais e coletivas) em espaços considerados como públicos, no sentido de mobilizar repertórios e narrativas de conflitos, tensões e negociações possíveis nos encontros com desiguais e diferentes.

 

 

Seminário

Os seminários nacional e internacional RIO-Periferias: “O que é periferia, afinal, e qual o seu lugar na cidade?” têm por objetivo a formação de uma rede de troca de conhecimento sobre espaços populares com diversos atores políticos do Brasil e do mundo tais como ativistas, pesquisadores e instituições de perfil semelhante em espaços de troca de experiências; metodologias e pesquisas na perspectiva de potência destes espaços.

Portanto, serão discutidas questões conceituais sobre as periferias urbanas contemporâneas e as diretrizes para a construção da rede internacional dedicada ao tema.

1-B.Carvalho

1-B.Carvalho
Picture 1 of 25